Preços do suíno mantêm-se em alta

LOC.: O preço da carcaça suína especial subiu no último fechamento e o quilo é negociado a R$ 11,05. Já o indicador do suíno vivo esteve estável no Rio Grande do Sul, a R$ 6,95. Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e São Paulo obtiveram alta no produto, onde os preços são comercializados entre R$ 7,15 e R$ 7,80.  Os preços são considerados acima da média. De acordo com o Cepea/USP, os produtores locais consultados afirmam que o cenário se deve à menor oferta de animais em peso ideal para abate e à demanda externa aquecida. Os maiores ganhos de preços foram observados no sul do país.  Já a cotação da arroba do boi gordo começou esta quarta-feira (10) a R$ 228,00, estável no estado de São Paulo. Para o quilo do frango congelado e do resfriado, também houve estabilidade de preços, e eles são negociados a R$ 7,05 e R$ 7,30, nas regiões de referência da Grande São Paulo, São José do Rio Preto e Descalvado.  As informações são do Cepea.  Reportagem, Luigi Mauri, narração, Lívia Braz. 

Julho 10, 2024 - 05:05
Preços do suíno mantêm-se em alta
LOC.: O preço da carcaça suína especial subiu no último fechamento e o quilo é negociado a R$ 11,05. Já o indicador do suíno vivo esteve estável no Rio Grande do Sul, a R$ 6,95. Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e São Paulo obtiveram alta no produto, o >>>

Essa é mais uma manchete indexada e trazida até você pelo site Agromundo.NET