Do grão ao bife, veganos e carnívoros precisam das abelhas

Com apoio das abelhas, a humanidade pode consumir alimentos nutritivos e em fartura As abelhas são insetos incríveis e, talvez, os únicos no mundo, que nos “fornecem” alimento em dose dupla. Primeiro, elas coletam néctar, resinas e óleos florais e os transformam em produtos como mel e própolis, alimentos altamente nutritivos, funcionais e medicinais para a humanidade. A segunda contribuição das abelhas para a alimentação humana deriva da polinização. Ao coletarem grãos de pólen para alimentar suas crias, as abelhas visitam inúmeras flores transportando esses grãos de uma flor para outra. Este processo é vital para a reprodução das plantas assegurando a conservação de florestas e a produtividade agrícola. Com apoio das abelhas, a humanidade pode consumir alimentos nutritivos e em fartura. Porém, caso haja a falta de abelhas dentro dos campos de cultivo pode haver um déficit de polinização generalizado e em larga escala. Isso pode levar a uma diminuição da produtividade agrícola, escassez de alguns alimentos, inflação de produtos alimentícios e, até, desnutrição e fome em várias partes do mundo. Um estudo recente, realizado por pesquisadores do Brasil, Nepal e Reino Unido, trouxe à tona uma implicação que pode ter consequências ainda mais graves para a alimentação humana caso o declínio das abelhas persista: a produção global de proteínas também pode ser afetada. Globo Rural A falta de proteína na dieta humana pode causar deficiências nutricionais, enfraquecer o sistema imunológico, retardar o desenvolvimento e aumentar significativamente a mortalidade por outras doenças. O estudo destaca que o déficit de polinização pode impactar os hábitos alimentares tanto de pessoas que preferem consumir, por razões fisiológicas ou éticas, alimentos ricos em proteínas de origem vegetal (plant-based), como os veganos, quanto aquelas que adotam uma dieta tradicional baseada em carne de gado e afins, e consomem proteína de origem majoritariamente animal. O estudo sugere que independentemente do hábito alimentar dessas pessoas, todas serão afetadas caso as abelhas desapareçam. No caso de pessoas com dieta carnívora pode parecer estranho afirmar isso, uma vez que a criação de gado parece não ter nenhuma relação com o serviço de polinização. Mas é aqui que o estudo destaca algumas questões interessantes. Em todo o mundo, inclusive no Brasil, é comum os produtores rurais suplementarem a ração oferecida ao gado com culturas forrageiras, como a alfafa, o trevo e a soja, que dependem ou se beneficiam da polinização feita pelas abelhas. Leia mais opiniões de especialistas e lideranças do agro No caso da soja isso é ainda mais emblemático porque, embora ela tenha uma produtividade satisfatória sem a presença de abelhas, com esses polinizadores a produtividade pode aumentar cerca de 20%, e em alguns casos, até 40%, algo que vai impactar diretamente quem vai consumi-la. A soja é consumida mundialmente e faz parte da culinária de vários países. Ela também pode ser usada como biocombustível. Contudo, é inegável seu valor como suplemento alimentar para o gado, de onde a população humana obtém boa parte do seu alimento (carne, laticínios) rico em proteína de origem animal. Um declínio na produtividade da soja, por exemplo, devido à polinização deficiente pode levar à redução da sua oferta e ao aumento do preço do farelo de soja que será, então, repassado aos produtores rurais e, consequentemente, aos consumidores finais, impactando toda a cadeia de consumo. Portanto, é crucial protegermos a diversidade de abelhas, garantindo-lhes ampla oferta de recursos florais e locais para nidificação. A preservação das abelhas é vital para mantermos a produção global de proteínas, pois, goste de grão, goste de bife, veganos e carnívoros dependem em algum nível desses polinizadores para manterem suas dietas ricas em proteína. *Charles Fernando dos Santos é pesquisador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O texto foi escrito a convite da Associação Brasileira de Estudos das Abelhas (A.B.E.L.H.A.). Obs: As ideias e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade exclusiva de seu autor e não representam, necessariamente, o posicionamento editorial da Globo Rural.

Julho 10, 2024 - 07:05
Do grão ao bife, veganos e carnívoros precisam das abelhas
Com apoio das abelhas, a humanidade pode consumir alimentos nutritivos e em fartura As abelhas são insetos incríveis e, talvez, os únicos no mundo, que nos “fornecem” alimento em dose dupla. Primeiro, elas coletam néctar, resinas e óleos florais e os >>>

Essa é mais uma manchete indexada e trazida até você pelo site Agromundo.NET